“Quero começar a moer café!” Descubra o moedor ideal pra você

Você não sabe como fico feliz em saber que você chegou até aqui. Parabéns! Você é uma das poucas e seletas pessoas que sabem da importância de moer o café na hora. Você deve estar buscando por um café fresco, cheio de aroma e sabor e o que tenho pra te falar é que existe um universo enorme de experiências sensoriais te esperando. Pra você que já mói o café em casa e está querendo trocar o seu moedor, tenho algumas opções pra te mostrar. Afinal, você já está ficando mais exigente com seu café, não é?! O que vou trazer aqui são os moedores para você ter em casa, mas existem também os profissionais usados em cafeterias.

Primeiramente, não se sinta pressionado a comprar o mais caro, eu mesma tenho um dos mais baratos. Uso ele há um ano e só agora comecei a sentir a necessidade de um moedor melhor, porque cheguei num estágio em que a consistência da moagem importa pra mim (vou explicar logo mais). Talvez se eu tivesse começado com o mais caro, não teria visto essa evolução. É algo bem particular na verdade, mas em resumo, o mais caro não significa o melhor porque a escolha de um moedor depende de alguns fatores que vamos ver abaixo.

Granulometria e Consistência

É importante começar explicando sobre o que realmente interfere no sabor do café na hora de moer: granulometria (ou moagem) e consistência. Granulometria é basicamente o tamanho das partículas de café moído, como por exemplo: fino e grosso. Já a consistência, é quanto daquela moagem que eu selecionei, será produzida. Se eu escolho uma moagem grossa, eu espero que tenham muitas partículas grossas, porém, pode acontecer de surgir partículas finas também, mas elas devem ser minoria.

Tipos de lâmina

O que gera a granulometria e a consistência é a lâmina do moedor. Existem dois tipos de lâminas principais usados em moedores domésticos:

Simples: igual a lâmina de liquidificador. A verdade é que ela não mói o café mas picota. O problema é que ela gera partículas de vários tamanhos e sem muita consistência, pois não é possível controlar a granulometria (tamanho dos grãos). É usada em muitos moedores elétricos, que são os de maior praticidade.

Cônica: considera um lâmina mais sofisticada, o modo que ela trabalha resulta em uma granulometria e consistência aceitáveis, pois permite ajustar a moagem dos grãos. Geralmente é o tipo de lâmina usada principalmente nos moedores manuais e pode ser encontrada em em máquinas profissionais.

Manual ou Elétrico?

Na escolha do moedor, um outro fator que não influencia no sabor do café diretamente, mas sim em nosso dia a dia, é a praticidade. Os moedores podem ser elétricos ou manuais. Eu môo café todos os dias de manhã, então um moedor manual não funciona pra mim, afinal, eu não quero acordar mais cedo para moer café. Para algumas pessoas, um moedor manual chega a ser um ritual quase que terapêutico. Neste ponto, a escolha é bem particular.

Sugestões de moedores

Separei aqui algumas sugestões de moedores para você começar a moer seu próprio café.

Cadence Di Grano
Tipo: elétrico
Lâmina: simples
Valor médio: R$ 95,00
Opinião sincera: ao adicionar os grãos ele começa moendo o que estão no fundo e depois vai trazendo os grãos de cima, semelhante ao que acontece em um liquidificador. Pra evitar que o café fique muito tempo sendo moído, vá mexendo o moedor igual como um bartender faz com uma coqueteleira. Isso vai ajudar com que todos os grãos sejam moídos juntos

Hamilton Beach
Tipo: elétrico
Lâmina: simples
Valor médio: R$ 200,00
Opinião sincera: usar o mesmo método do moedor da Cadence, a diferença deste é que ele tem regulagem de tempo. Se você seleciona a moagem grossa, ele fica moendo menos tempo do que o último nível que é o espresso.

Hario Ceramic Slim
Tipo: manual
Lâmina: cônica
Valor médio: R$ 200,00
Opinião sincera: a granulometria e a consistência são excelentes mas você não tem como saber o nível de moagem (grosso, médio, fino), então precisará ir moendo e vendo como ficam as partículas. Não tem como você marcar a moagem usada pra poder ter uma receita pronta de café.

Bialetti Eletricity
Tipo: elétrico
Lâmina: simples
Valor médio: R$ 190,00
Opinião sincera: mesmo uso do Hamilton Beach

Hario Skerton
Tipo: manual
Lâmina: cônica
Valor médio: R$ 250,00
Opinião sincera: funciona igual o Hario Ceramic Slim

Tramontina Express
Tipo: elétrico
Lâmina: cônica
Valor médio: R$ 1.300,00
Opinião sincera: o melhor dos mundos porque você tem uma lâmina cônica que proporciona boa granulometria e consistência e é elétrico o que te dá praticidade.

Moer café é algo tão importante (você já sabe, né?!) que pra mim, independe do moedor. Assim como hoje você já sente a necessidade de moer seu café, logo mais vai querer buscar um outro moedor que te entregue uma melhor granulometria e estes outros pontos que comentei. Ou talvez, você pare por aí mesmo. Neste início, o que importa é levar em consideração seu tempo para moer e o tipo de lâmina, porque é o que fará diferença entre você optar entre um ou outro. Bons cafés moídos a você!!